11 de abril de 2012

Resenha Dupla: Em chamas

Oi gente, novamente estarei falando sobre Jogos Vorazes, mas agora é sobre a sua continuação Em chamas, e desta vez em uma resenha dupla com a Salma, colunista do blog House of Chick. Confiram:


Verde - Salma
Azul - Fellipe
Preto - Nós dois (Fellipe e Salma)

CUIDADO: Essa resenha contém spoiler para quem não leu, ou assistiu, Jogos Vorazes.
Quando terminei Jogos Vorazes, ainda estava muito exaltado e precisava de algo que pudesse se comparar com esse livro. Então, a primeira coisa que fiz foi ler o primeiro capitulo de Em Chamas, mas não consegui parar e mais uma vez Suzanne Collins não decepcionou.
Depois que terminei o primeiro volume da série, fiquei em um estado de choque. De repente tudo ficou sem graça e na minha vida só importava Jogos Vorazes. Passaram-se alguns dias até eu conseguir ler algum outro livro, inclusive a continuação, Em Chamas. E agora estou com emoções conflitantes: Tanto quanto estou louca para ter em mãos o terceiro e último da trilogia, A Esperança, estou com medo do fim, do há por vir.

          Depois da improvável e inusitada vitória de Katniss Everdeen e Peeta Mellark nos últimos Jogos Vorazes, algo parece ter mudado para sempre em Panem. Eles não apenas venceram, mas ridicularizaram o governo. Aqui e ali, distúrbios e agitações nos distritos dão sinal de que uma revolta é iminente. A confusão na cabeça de Katniss não é menor do o que a das ruas. Em meio ao turbilhão, ela pensa cada vez mais em seu melhor amigo, o jovem caçador Gale, mas é obrigada a fingir que o romance com Peeta é real. Já o governo parece especialmente preocupado com a influência que os dois adolescentes – transformados em verdadeiros heróis nacionais – podem ter na população. Por isso, existem planos especiais para mantê-los sob controle...
A Narrativa de Em Chamas é eletrizante, inquietante e embora não seja tão forte quanto no primeiro livro, é quase ou tão bom quanto, que te prende de tal maneira que torna impossível largar até o terminar a última página. Collins se mostrou já familiarizada com o universo no qual criou, com isso, explora os cenários com maestria e cria um desfecho inesperado e bem colocado em uma história com grandes reviravoltas que deixa o leitor tenso e cada vez mais boquiaberto.
No começo, Katniss se prepara para a turnê dos Jogos Vorazes, onde o vencedor (no caso, dois) passa por todos os distritos de seu País, e a missão dela é conter as agitações. Apesar disso, muitas partes do livro se encontram em sua casa, o Distrito 12, e sua rotina volta aparentemente ao normal, se tirar todo dinheiro que agora tem, as supostas revoltas de seus vizinhos e a paixão que tem que fingir – ou não - com Peeta, enquanto decide sobre o que sente sobre o Gale. Com toda a ação, não há muito espaço para romance, apesar de se mostrar mais forte do que no primeiro livro da série. Como disse acima, ocorrem várias reviravoltas. Não só no lar da nossa protagonista, que agora mais parece uma prisão, mas em toda a sua vida.
‘As fagulhas se acendem, as chamas se espalham, e a capital quer vingança’. Essa frase, que está na orelha, descreve perfeitamente Em Chamas. Os jovens representantes do paupérrimo Distrito 12, ao desafiar a Capital com as amoras, acordaram a população e a fizeram ver sua miséria e submissão não como um destino imutável, mas como algo inaceitável que poderia e seria mudado. Mas o Presidente Snow não desiste tão fácil e encontra uma maneira de acabar com uma possível revolução. O que será? O objetivo dele será alcançado? Os Jogos Vorazes continuam!
Quotes:
‘’Grudo o ouvido em seu peito, no ponto onde sempre descanso a cabeça, onde sei que ouvirei a batida forte e constante de seu coração.
Ao contrário, só há silêncio.’’ - Página 295
"A única coisa em que consigo pensar é nos corpos flácidos de nossas crianças em nossa mesa de cozinha, enquanto minha mãe receita o que os pais não têm condições de dar a elas. Mais comida. Agora que somos ricos, ela manda um pouco para elas levarem para casa. Mas antigamente, com muita frequência, não havia nada a ser dado e a criança não tinha como ser salva. E aqui na Capital eles vomitam pelo prazer de encher seus corpos ininterruptamente. Não por causa de alguma enfermidade do corpo ou da mente, nem por causa de alguma comida estragada. É o que todo mundo faz numa festa. É o que é esperado. Faz parte da diversão."
                                                             ***
Espero que tenham gostado!!
Ah, e sigam a Salma no twitter: @SosaMQ.

r



http://migre.me/8ugKH
Livro Uma Estranha Simetria


5 comentários:

Camila Leite disse...

Que coincidência, rs hoje tem crítica do filme no meu blog.
Eu gostei muito do filme, mesmo sem ter lido o livro, porque conseguiu captar a essência da trama.
Jogos Vorazes poussi um enredo muito peculiar.
E que nos faz refletir sobre muitos aspectos.
Estou louca para ler TODOS os livros.
Camila Leite

@sonhospontinhos
http://sonhosentrepontinhos.com

Lucas disse...

Gostei do "eletrizante", rsrs
ótima resenha.
Jogos Vorazes é mt bom! Apesar de ainda não ter lido.

Lucas / Era uma vez...

Erico Jr Design Grafico disse...

Parabens pelo seu blog as informações são MUITO BOAS
lhe peço que siga meu blog também: http://maisword.blogspot.com.br/
desde já agradeço

Ludmila disse...

Oooo Meu Deeeus, eu preciso ler esses livros...
Cada resenha, cada comentário sobre eles eu piro...
Não vejo a hora de ler, conhecer essa história que parece ser fantástica e que todos tanta comentam...
Adorei a resenha!
Parabéns!
Beijos

Ariana Alves disse...

Que delíciiaaa

Vi apenas o filme e quero muito muito ler os livros e saber a resposta para a pergunta final do filme:
"E agora? O que faremos?"

Pirada atrás deles.
bjuss

Nâna

Postar um comentário

Poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...