15 de abril de 2012

Resenha - Interligados


Ficha Técnica

Título Original Intertwined
Autora: Gena Showalter
Série: Interligados
Páginas: 448
Editora: Universo dos Livros
Ano de publicação: 2010



Aden Stone é um garoto que passou toda a sua vida em clínicas psiquiátricas e que agora mudou-se para um reformatório em uma fazenda para ter uma nova chance de se 'encontrar'. Mais as coisas não são fáceis para Aden, afinal ele tem com sigo quatro almas aprisionadas em sua cabeça, Julian que tem o poder de ressuscitar os mortos, Elijah que prevê o futuro, Eva que pode viajar no tempo e Caleb que tem o dom de tomar para si o corpo de outra pessoa. 
Por mais que Aden goste de seus 'hospedes' ele não consegue suportar o fato de não conseguir ficar sozinho ele nem mesmo consegue chegar perto de uma garota sem que um carnaval de vozes aconteça em sua cabeça. 
Enquanto estava se livrando de zumbis (porque Julian sempre consegue mete-los nestes tipos de enrascadas) Aden sente que o zumbido em sua cabeça some seus amigos se calam e então Aden vê Mary Ann. Intrigado com o poder de calar as vozes que esta menina tem, Aden se esforça para conhece-la e assim ter um pouco de paz. Só que mais uma vez o destino decide não ser misericordioso com Aden, sempre que ele chega perto de Mary Ann uma descarga de energia explode dos dois e isso acaba despertando seres que Aden acreditava fazer parte de histórias infantis.
Quando Aden já acreditava que tudo estava perdido, surgem na trama Victoria uma princesa vampira e seu guardião Riley um lobisomem pra lá de sexy
Juntos estes quatro heróis vão enfrentar seres místicos e poderosos e uma força que quer destruir o mundo que eles conhecem.
Interligados me surpreendeu de muitas formas, estava esperando um livro bem mamão com açúcar que fosse focar mais no casal e em como seu romance teria muitas interrupções, mais o que eu li foi um livro com uma temática bem diferente. Sempre lendo livros em que vampiros e lobisomens não conseguem se entender ter Victoria e Riley foi um presente. No começo do livro achei que o casal central seria Aden e Mary Ann o que me deixou frustrada, porque Mary Ann é um tanto chata certinha. Graças a Gena que Riley entrou na vida desta menina para mudar um pouco o ritmo de calmaria em que ela vivia. 
Aden é um menino um tanto paranóico com o fato de ter sido sempre sozinho (sem amigos reais em sua vida) em determinados momentos da leitura isso irrita um pouco, não que atrapalhe mais é um pouco repetitivo. O que me chamou a atenção foram as vozes na cabeça de Aden, achei que fosse ser um tanto complicado conseguir ler tantas personalidades juntas, mais isso foi um diferencial na trama. Em muitos momentos eu não conseguia suportar Julian, Caleb, Eva e Elijah juntos, sério eles não tinham o dom de ficar calados mais juntos davam a Aden a força que ele precisava.
Já havia lido outros livros da Gena, e achei que ela não fosse ser feliz em uma história para YA, mais estava errada, Gena não perdeu a mão na escrita e mirou certo quando escreveu esta série. O final do livro como em toda a saga deixou suas tramas e fios soltos para o próximo livro - Aden Stone contra o Reino das Bruxas. Estou muito ansiosa pela continuação e louquinha para poder ler mais de Riley, não desmerecendo Aden, mais Riley é simplesmente demais. Não adianta, sempre gostei dos lobisomens, mais toda a regra tem sua exceção. Vampiros lindos e preferidos só os da Irmandade.
Voltando ao assunto Interligados, uma coisa que eu não posse deixar de ressaltar foi o encontro de alguns erros de concordância, mais acredito que me uma nova edição isso poderá ser corrigido.
Amei o livro, a leitura flui bem, Gena não deixa a história morrer depois que os personagens são apresentados, ela consegue em cada página acrescentar mais informação e ação a trama, o que me deixou com aquele frio na barriga (como quando as melhores cenas de um filme estão passando e você pensa; para o mundo que eu quero descer) e isso é muito bom porque o quero mais não deixa o leitor soltar o livro.
Gostei muito da diagramação do livro e acabamento, a capa esta muito bonita embora eu ainda prefiro a original. Aqui no Brasil foram publicados apenas 2 livros da série pela Editora Universo dos Livros, nos EUA foram publicados 3 de 4 livros.







Super recomendo o livro, a história é bem diferente de tudo que você já leu.
Beijokas enormes


.










Não esqueçam do sorteio Comentei Ganhei http://migre.me/8ugKH


12 comentários:

Ludmila disse...

Oi Bri!
Ótima resenha!
Eu achava que esse livro seria uma confusão pelo fato do personagem ter as quatro almas aprisionadas na cabeça.
Apesar de já ler resenhas positivas, nenhuma chegou a me empolgar.
A sua ao contrário me deixou com vontade de ler e conhecer a história.
Não sei quando lerei, mas vou coloca-lo na minha lista de futuros livros para ler.
Adorei!
Bjos

Dé Lima disse...

Ah, eu adorei quando li esse livro. Lembro que não esperava muita coisa dele, mas acabei me apaixonando pelos personagens. E o Riley é realmente tudo de bom!rs
Já comprei o segundo livro, mas ele é bem grandinho então eu vou ter que aguardar antes de saber o que acontece no reino das bruxas.rs
Beijos!

Sammy disse...

Nossa, fiquei intrigada com essas personalidades dele, quero poder um dia ler e saber todos os misterios desse livro! A resenha, foi ótima, gostei bastante do livro!

Bjs

www.daimaginacaoaescrita.com

Camila Márcia disse...

Eu fiquei curiosa, parece uma mistura de tudo o que já se ouviu, 'viu'/leu de sobrenatural... esse tipo de história me encanta,

bjs.

Fabrica dos Convites disse...

Li apenas Interligados e em e-book no ano passado. Sou fã da Gena e o livro não me decepcionou.
Bjs, Rose.

Ariana Alves disse...

Minha nossa, como a autora fez para separar as quatro vozes dentro da cabeça dele??
Muito diferente a história, adorei!

Ilinha bandeira disse...

Oiiiii

O livro parece ser ótimooo, querlo ler, a sua resenha deixou com mais vontade de ler

beijos

Larissa Spinola disse...

Conheci o blog agora, ótima resenha! To louca com esse livro há tempos, mas parece que ele não foi muito divulgado e nem todas as livrarias tem. E quando tem, cobram o olho da cara. Uma coisa que eu sinceramente adorei foi da capa brasileira ser mais bonita que as estrangeiras, quem diria.

Andresa Duarte disse...

Poxa coitado, não deve ser nada legal ter gente falando na sua cabeça, dando palpite de tudo...
A essa capa é perfeita, cara muito linda, espero que o conteudo seja bom também, pelo menos a resenha mostrou que é muito bom! :)

camila rezende disse...

Olá,
essa é a primeira resenha que eu li desse livro e gostei muito. Eu já estava curiosa para ler por causa da sinopse e da capa, mas depois de ler a resenha minha vontade aumentou ainda mais.
Parabéns pela resenha. ^^

Lorraine Lopes disse...

A primeira coisa que me chamou a atenção nesse livro foi a capa. É incrível! Super linda, mesmo.
Depois, a sinopse. Uma história bem diferente, do jeito que eu adoro.
Gostei da sua resenha, me deixou ainda mais curiosa pra ler! (:

Anônimo disse...

Eu sempre odiei lobisomens e sempre amei vampiros, mais nesse livro é diferente, eu prefiro os lobisomens, Mary Ann e Riley são o meu casal preferido de todos os livros que já li, eu adoro ler porque eu consigo imaginar como se o livro fosse um filme que eu estou assistindo, e eu sempre fico babando pelo jeito que minha mente montou o Riley com o alcilio da descrição da autora, ele e Mary ann são lindos!!!

Postar um comentário

Poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...